Matéria Prima

Bobina Laminada a Frio

- As bobinas laminadas a frio possuem uma cor clara, sendo necessários cuidados especiais aos tubos produzidos com este material, pois ele é altamente susceptível a oxidação.

- Os tubos devem ser armazenados e transportados evitando a umidade, caso contrário, tendem a amarelar, o que pode causar sérias consequências na aplicação final sobre o produto.

- Estas bobinas são produzidas normalmente em espessuras abaixo de 2,00 mm e possuem melhor tolerância dimensional e acabamento.


Bobina Laminada a Quente

- As bobinas laminadas a quente possuem uma cor escura e são menos susceptíveis a oxidação, possibilitando o armazenamento e o transporte em condições normais sem ter a qualidade prejudicada.

- Estas bobinas são produzidas normalmente em espessuras acima de 2,00 mm e não possuem uma tolerância dimensional restrita, quando comparado com as bobinas laminadas a frio. Elas também podem ser denominadas de bobinas grossas, quando a espessura for superior a 5,00mm.


Bobina Pré-Zincada

- O material Pré-Zincado consiste em uma liga de aço que já vem revestida por um processo de zincagem a quente das usinas. A bobina de aço sem revestimento é desbobinada dentro de um tanque de zinco líquido e após a imersão, é rebobinada já com o revestimento, garantindo uma camada de proteção a bobina antes de liberá-la para o mercado.

- O aço pré-zincado pode ser encontrado no mercado com vários padrões de revestimento, a Zetone trabalha predominantemente com os revestimentos A e B, que correspondem respectivamente a 12µ e 18µ de zinco por face.

µ = Micras


Acabamentos

Galvanizado Eletrolítico (GE)

A galvanização pelo processo eletrolítico consiste em uma série de imersões do aço em soluções químicas para fazer a limpeza e preparação do material, que por final o aço é energizado e absorve o zinco sólido que fica imerso ao fundo do tanque de galvanização. Este processo de zincagem reveste o aço com aproximadamente 8µ a 10µ por face.

Galvanizado a Fogo (GF)

A galvanização a fogo ou imersão a quente, é o processo de zincagem que apresenta o melhor resultado na proteção do aço contra corrosão. O processo consiste uma série de imersões do aço em soluções químicas para fazer a limpeza e preparação do material para em seguida ser imerso em um tanque de zinco puro derretido a 480° C.

Esse processo deixa uma camada maior de zinco (de 60µ a 80µ) nas peças, resistindo a locais expostos a maresia, ácidos e a chuva / sol, devido à alta proteção do revestimento e a durabilidade do material.

µ = Micras